De acordo com o Decreto Federal 5.296/2004, toda edificação de uso coletivo deve ter acessibilidade. Isso abrange restaurantes, lojas, bares, centros culturais, escritórios comerciais e quaisquer outro tipo de estabelecimento de atendimento ao público.

Para entender a real situação da região da Rua 24 de Maio – um dos principais pólos comerciais no coração da região central da cidade de São Paulo – estivemos durante dois dias inteiros nas imediações, visitando todo e qualquer estabelecimento comercial. Foram ao todo 183 locais visitados e avaliados. Checamos as condições das entradas principais e da existência de banheiros preferenciais adaptados. O resultado foi consolidado e apresentado ao cliente, contendo recomendações.

 

Imagem ilustrativa de um trechos que mais concentra comércio no centro de São Paulo. Em vermelho, o mapa mostra os estabelecimentos sem entrada acessível. Em verde, apenas aqueles com acesso razoável (27% do total).
Imagem ilustrativa de um trechos que mais concentra comércio no centro de São Paulo. Em vermelho, o mapa mostra os estabelecimentos sem entrada acessível. Em verde, apenas aqueles com acesso razoável (27% do total).